NUNCA MAIS EU RECLAMO

0 Comments

valoriza-cautela-600

 

Um homem esta viajando e para em um posto de gasolina em meio a um torrencial aguaceiro. Ele confortavelmente sentado dentro de seu carro seco, enquanto um homem, que assobiava alegremente enquanto trabalhava, encheu seu tanque debaixo daquela chuva terrível.

Quando o cliente estava partindo, como que se desculpando, disse,
– Sinto muito que você tenha que estar aí fora com este tempo.

O atendente respondeu,
– Não me aborrece nem um pouco. Quando eu estava lutando na guerra, eu prometi a mim mesmo que se um dia eu conseguisse sair vivo daquele lugar, eu seria tão grato que nunca mais reclamaria sobre qualquer coisa novamente. E assim tem sido e nada me aborrece.

Assumir a responsabilidade por nossas atitudes é parte da construção de uma vida íntegra e feliz.

Compartilhe:

Tornando o Campo Fértil

0 Comments

radar_magazine_ed19_feiras_agrishow

Um mestre encarregou o seu discípulo de cuidar do campo de arroz.

No primeiro ano, o discípulo vigiava para que nunca faltasse a água necessária. O arroz cresceu forte, e a colheita foi boa.

No segundo ano, ele teve a idéia de acrescentar um pouco de fertilizante. O arroz cresceu rápido, e a colheita foi maior.

No terceiro ano, ele colocou mais fertilizante. A colheita foi maior ainda, mas o arroz nasceu pequeno e sem brilho.

Então o mestre advertiu-o: – Se continuar aumentando a quantidade de adubo, não terá nada de valor no ano que vem.

 

Moral da história:

Você fortalece alguém quando ajuda um pouco. Mas você enfraquece alguém e pode até estragá-lo se ajuda muito.

Compartilhe:

A Bomba D’agua

0 Comments

bomba-de-água-velha-do-grunge-no-jardim-da-floresta-44729120

 

Um homem estava perdido no deserto, prestes a morrer de sede… 

Quando, esgotado, chegou a uma construção velha, desmoronando, sem janelas e sem teto. 

Andou por ali e encontrou uma pequena sombra onde se acomodou, fugindo do calor do sol. 

Olhando ao redor, viu uma velha bomba d’água, bem enferrujada.

Ele se arrastou até a bomba, agarrou a manivela e começou a bombear, bombear, bombear sem parar. 

Nada aconteceu… 

Desapontado, caiu prostrado, para trás. 

Então notou que ao seu lado havia uma velha garrafa.
 

Limpou-a, removendo a sujeira e o pó, e leu um recado que dizia: 

“Meu Amigo, você precisa primeiro preparar a bomba derramando nela toda a água desta garrafa.” 

.

“Depois faça o favor de encher a garrafa outra vez, antes de partir, para o próximo viajante.” 

O homem olhou bem e, de fato, lá estava a água. A garrafa estava quase cheia de água!

De repente, ele se viu num dilema. 

Se bebesse aquela água, poderia sobreviver. 

Mas se despejasse toda aquela água na velha bomba enferrujada, e ela não funcionasse, morreria de sede. 

Despejar a água na velha bomba e esperar vir a ter água fresca…  

Que fazer? 

Ou beber a água da garrafa e desprezar a mensagem? 

Com relutância, o homem despejou toda a água na bomba. 

Em seguida, agarrou a manivela e começou a bombear… 

A bomba pôs-se a ranger e chiar, mas nada aconteceu! 

E a bomba foi rangendo e chiando. 

Então, surgiu um fiozinho de água, depois um pequeno fluxo e, finalmente, a água jorrou com abundância! 

Para alívio do homem a bomba velha fez jorrar água fresca, cristalina. 

.

Ele encheu a garrafa e bebeu dela ansiosamente. Encheu-a outra vez e tornou a beber seu conteúdo refrescante. 

Em seguida, voltou a encher a garrafa para o próximo viajante, acrescentando uma pequena nota: 

“Creia-me, funciona. Você precisa dar toda a água antes de poder obtê-la de volta.” 

Quantas vezes temos medo de iniciar um novo projeto pois este demandará um enorme investimento de tempo, recursos, preparo e conhecimento.  

Quantos ficam parados, satisfazendo-se com pequenos resultados, quando poderiam conquistar significativas vitórias. 

.

E você…??? 

O que falta para despejar esta garrafa de água que você guarda, e conseguir água fresca em abundância, de uma nova fonte ??? 

Compartilhe:

É Tempo…

0 Comments

cada-segundo-e-tempo-para-mudar-tudo-para-sempre-charles-chaplin-1290

 

É tempo de plantar as boas sementes que
a experiência lhe trouxe.
É tempo de pensar nos seus sonhos mais antigos,
é tempo de contemplar a vida com olhos especiais.
É tempo de comemorar o novo na sua maturidade.
Tudo pode ser diferente!
E até o que está bom, pode melhorar.
Então, descruze os braços do conformismo,
tire do rosto qualquer marca de sofrimento,
remova impressões que nos fazem vítimas.
Somos senhores do nosso destino,
capitães da vida, que lembra um grande navio,
ou que de tão modesta, parece um barquinho.
Não importa o tamanho, importa sim a qualidade,
importa sim o valor que você se dá,
pois o mar é o mesmo para
todos.

Então, venha descobrir, nesse dia que se abre,
o quão importante é o celebrar, o agradecer…”

Compartilhe:

As 7 Lições do Bambú

0 Comments

bambu

 

Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

Vovô, corre aqui !

Me explica como esta figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para abraçar seu tronco se quebrou, caiu com vento e com chuva, e este bambu tão fraco continua de pé ?
Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento. O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.

A primeira verdade que o bambu nos ensina, e a mais importante, é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da paz, aquele que me chama, que é o Senhor.

Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus na oração.

Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sòzinho? Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasça outros a seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

A quarta verdade que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

A quinta verdade é que o bambu é cheio de “nós” ( e não de eu’s ). Como ele é ôco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a Deus que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

A sexta verdade é que o bambu é ôco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser ôco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.
Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é: ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto. Essa é a sua meta.

 

Compartilhe:

Sobre Pais e Filhos

0 Comments

paternidade

 

A FORÇA DOS NOSSOS PÉS


Desde o dia em que tu nasceste, eu criei a ilusão, dentro de mim, que poderia caminhar por ti.

Imaginei que colocaria teus pés sobre os meus e te levaria pelos caminhos que eu julgasse mais tranqüilos e seguros.

Dessa maneira, tu nunca feririas teus pés pisando em espinhos ou em cacos de vidro e jamais se cansaria da caminhada, nem mesmo precisarias decidir qual estrada tomar.

Isso seria eternamente minha responsabilidade.


…e foi assim durante um bom tempo, caminhei por ti, para ti.

De repente, o tempo veio me avisar bruscamente que essa deliciosa tarefa não faria mais parte dos meus dias.

Teus pés cresceram e eu já não conseguia mais equilibrá-los em cima dos meus, daí quando eu menos esperava eles escorregaram e alcançaram o solo.

Hoje sou obrigada a vê-los trilhar caminhos nos quais os meus jamais os levariam e ainda tento detê-los insistentemente, mas só raríssimas vezes consigo.

Agora só me é permitido correr com os meus junto aos teus e em certos momentos teus passos são tão largos que quase não posso acompanhá-los.

Atualmente, assisto aos teus tropeços sempre pronta para  levantar-te das tuas quedas.


Por vezes, tu me estendes as tuas mãos em busca de socorro, outras, mesmo estando estirado ao chão e ferido, insistes em levantar-te sozinho por puro orgulho ou para me provar que já és capaz de erguer-te após teus tombos e curar-te de tuas próprias feridas.

Assim vamos vivendo e sinto uma saudade imensurável daquele tempo que precisavas de mim para conduzi-lo, pois era bem mais fácil suportar teu peso sobre meus pés, do que sobre meu coração.

No entanto, já consigo compreender como a vida é sábia.

 

Percebo, finalmente, que em algum momento tu precisaste mesmo desbravar teus caminhos independente de mim…

…como eu, é provável que tenhas que fazê-lo com mais alguns pés sobre os teus, os dos teus filhos.

Não, claro que não é uma tarefa fácil, mas se eu consegui, tu também conseguirás porque plantei em teu coração o melhor e mais poderoso aditivo para que suportes tanto peso, o amor!

Dedicado a minha filha, aos amigos e à todos os pais.  

Compartilhe:

No Terreno do Coração

0 Comments

images7M0RGJTS

 

Para entrar no terreno de um coração é
preciso ter o mapa que nos mostre
as armadilhas, os atalhos, os abismos.
Ao pisar no terreno de um coração é
preciso ter muita calma para não
destruir as flores, para não se perder
nos amores, nos amores por ele vividos,
nos amores por ele sonhados, idealizados.
Pois um coração é assim: às vezes é o
labirinto do qual não conseguimos sair,
às vezes é o portal fechado
que não nos deixa entrar!
Tem que se ter muito cuidado quando
alguém nos abre a porta do seu coração.
Cuidado para saber entrar, e se necessário,
saber sair. Sem destruir, sem derrubar.

Compartilhe:

Corruptos ou Corruptores

0 Comments

dignidade_ant

 

Felizmente nem todos os cidadãos da nossa sociedade são corruptos ou corruptores.
 
Mas se você já sofreu algum tipo de extorsão, sabe o quanto é amargo o sabor desse tipo de violência.
 
Se você já sofreu qualquer tipo de injustiça por parte de quem deveria representar a sã justiça, sabe o quanto isso gera desgosto e infelicidade.
 
Pense nisso e faça a sua parte para eliminar essas sementes nocivas de corrupção e desamor.
 
Aja com honestidade e eduque seus filhos para serem cidadãos dignos e incorruptíveis.
 
Não se corrompa e não corrompa ninguém, pois é só assim que veremos o sol da plena justiça despontar num futuro próximo.

Compartilhe:

Velhas Amizades As velhas amizades são as que mais prezamos Nada se compara a uma velha amizade. Com velhos amigos, a única exigência é a autenticidade. Não é preciso preocupar-se, porque sabe-se que essa amizade não está baseada na perfeição, mas no respeito e na aceitação. Com velhas amizades, é possível compartilhar os aspectos mais íntimos e mais importantes, na certeza de que sua beleza e valor serão reconhecidos e apreciados. Com velhas amizades, a distância não tem significado ou poder. Há uma ponte feita de amor e lembranças, alegrias e tristezas que une velhas amizades e as mantém próximas. Com velhas amizades, sentimos segurança. Estão sempre perto, mesmo nas tempestades mais turbulentas, para que saibamos que é possível confiar e acreditar nelas e contar com elas. Sabemos que estarão ao nosso lado para que haja paz em nossos corações. Com velhas amizades, ninguém jamais se sente só, porque as raízes que as unem se aprofundaram e ficaram mais fortes. Elas passaram pelo teste do tempo.

1 Comment
tumblr_m8ejuu1apc1r1tb9ko1_500
As velhas amizades são as que mais prezamos
Nada se compara a uma velha amizade. Com velhos amigos, a única exigência é a autenticidade.
Não é preciso preocupar-se, porque sabe-se que essa amizade não está baseada na perfeição, mas no respeito e na aceitação.

Com velhas amizades, é possível compartilhar os aspectos mais íntimos e mais importantes, na certeza de que sua beleza e valor serão reconhecidos e apreciados.

Com velhas amizades, a distância não tem significado ou poder. Há uma ponte feita de amor e lembranças, alegrias e tristezas que une velhas amizades e as mantém próximas.

Com velhas amizades, sentimos segurança. Estão sempre perto, mesmo nas tempestades mais turbulentas, para que saibamos que é possível confiar e acreditar nelas e contar com elas. Sabemos que estarão ao nosso lado para que haja paz em nossos corações.

Com velhas amizades, ninguém jamais se sente só, porque as raízes que as unem se aprofundaram e ficaram mais fortes. Elas passaram pelo teste do tempo.

Compartilhe:

Melhorando a Auto-Estima.

1 Comment

radioactive-happiness-face

 

1. Transforme os lamentos em decisões. Deixe a atitude passiva de lado e assuma para si a responsabilidade de promover mudanças.

2. Escolha objetivos possíveis, mesmo que você tenha que conquistá-los pouco a pouco. Metas inatingíveis são o caminho mais fácil para a frustração e uma nova recaída na auto-estima.

3. Trabalhe seu auto-conhecimento questionando sobre seus valores e analisando o que é realmente importante para você. Isto vai ajudá-lo a tomar decisões e mudar atitudes.

4. Assuma seus defeitos e se aceite do jeito que você é. Não se trata de ser acomodado, pelo contrário. Tente melhorar o que for possível, mas não exagere buscando perfeição em tudo. Essa busca é infinita, e você pode estar desperdiçando tempo e esforços que poderiam ser dedicados a outras atividades mais produtivas e prazeirosas.

5. Encare o fracasso como algo normal. Aproveite-o como uma lição valiosa para encarar os novos desafios, e não como prova de incapacidade.

6. Expresse suas opiniões, desejos. Por outro lado, respeite as opiniões de outras pessoas. Respeitar não significa que você deva concordar necessariamente com elas.

7. Diversifique e amplie suas relações.

8. Pequenas atitudes podem significar muito: um telefonema, uma festa com os amigos, arrumação do quarto, etc.

Atenção:

Dê um passo de cada vez. Querer resolver tudo de uma vez na maioria das vezes não é uma atitude realista.

Compartilhe: